EDP divulga resultado da chamada pública para projetos de eficiência energética

A EDV anunciou uma série de projetos que foram incluídos no concurso público de eficiência energética regulamentado pela Aneel para promover a conservação e o uso racional de energia. Na província capixaba, 4,8 milhões de reais serão investidos em Vitória, Carriachica, Linares, Montana, Artiuvieva, Pontubello, Alfonso Oito projetos selecionados nas cidades de Claudio e Mimoso do Sul.

Em São Paulo, serão investidos 4 milhões de reais em seis projetos selecionados nas comunidades de Pindamonhangaba, Hakarei, Guaratingueta, Susano, Itacuakesetuba e Guarulhos. A EDV ES faz parte da chamada pública da EDV para eficiência energética, que irá reduzir o consumo de energia das instituições beneficiárias em aproximadamente 3.701,86 megawatts-hora (MWh / ano), o que equivale a uma média de aproximadamente 1.538 MW por ano.

Maternidades Municipais Velha e Cariasiki. Essas instalações serão beneficiadas com a substituição total de 1.068 lâmpadas LED de baixa eficiência, 42 aparelhos de ar condicionado e energia solar de 40 kW.

A empresa destacou que outras iniciativas importantes incluem o uso de LEDs para substituir as tradicionais lâmpadas em cidades como Cariasica, Linares, Montagna, Atlio Vivacua, Ponto Belo, Afonso Claudio e Mimoso do Sul.A EDV SP afirmou que as medidas propostas reduzirão o consumo total de energia em aproximadamente 2010 megawatts hora (MWh / ano), o que equivale ao consumo médio de energia de aproximadamente 850 residências por ano.

No Vale do Paraíba, as comunidades de Pindamonhangaba, Hakarei e Guaratingueta serão beneficiadas com a substituição da iluminação pública comum por LEDs.

O Comando Aéreo segue implantando projetos de eficiência em Guaratinguet. Em Alto Tieta, além de implantar painéis solares, o Hospital das Clínicas Susano também será equipado com o hospital que mais consome LEDs.

Essas medidas vão beneficiar a população, pois a tecnologia LED pode proporcionar maior conforto visual e clareza, ao mesmo tempo que ajuda a reduzir o consumo de energia e os custos de manutenção.

Porque a vida útil das luzes LED é muito maior do que a vida útil dos sistemas usados ​​atualmente. O novo modelo também não contém mercúrio e outros componentes nocivos, portanto o impacto no meio ambiente também é pequeno.

, , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *